quarta-feira, 20 de abril de 2011

Quando a alma é tocada

Uma amiga minha escreveu em seu facebook “tive a alma tocada”. Confesso que achei muito lindo e fiquei imaginando em que momentos da vida isso acontece. O sentimento que tenho é de que se flutua, porque mesmo com todo o peso das coisas cotidianas ainda podemos ser leves. Em que percebemos que no mundo existem crianças e que elas precisam de nós; que o planeta está em crise e que podemos dar colo; que a natureza é  linda e podemos vê-la; que nem tudo é selva e se for, tem lá suas vantagens. Ter a alma tocada é sentir a presença de um anjo, da luz que nos protege, ou simplesmente do "eu" em que cremos. Por isso mesmo, acreditar que tudo nos move. É não se preocupar com o que pensam os outros, porque também pensamos sobre eles e, nesse momento, podemos sentir compaixão, perdão, amor. Ter a alma tocada é não ter vergonha de chorar vendo um filme, o noticiário, lendo um livro ou até mesmo, a bula de remédio. É viver todas as vidas em uma e não ter medo de recomeçar. Ter a alma tocada é sentir o que de mais humano existe em nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário