terça-feira, 8 de janeiro de 2013

A idade que pesa

"- Mãe, a minha idade já começou a pesar na sua?". Em um dos seus aniversários, meu filho me fez essa pergunta. Sim, porque filhos crescem e podemos dizer até que eles envelhecem, mas a gente não. Pelo menos, quando não costumamos  pensar sobre o  assunto idade. Quem me conhece sabe que adoro me celebrar, porque acredito que em primeiro lugar a gente tem que tentar se compreender, se conhecer e se amar para chegar ao outro. Isso não faz de mim uma pessoa melhor, mas uma que está sempre buscando. As idades dos meus filhos não pesam na minha, muito pelo contrário, a existência deles me faz crescer, me manter jovem por dentro e ter um olhar diferente sobre o mundo. Sim, porque se tudo é aprendizado, nem sempre conseguimos ter boas notas nessa tal de vida. O que pesa em mim são algumas injustiças cometidas, os erros que insisto em errar e esse medo de que, em alguns momentos, algo como a felicidade consiga me escapar. Filhos, como pessoas, são do mundo e não me pertencem, mas essa existência em minha vida não pesa, me completa.