Onde moro eu

Não fale do que sou, fale do que fui para me tornar o que sou. O que fui contruiu pontes, plantou sementes, carregou pedras ou  desviou delas, algumas não conseguiu levantar,  negou e recebeu abraços...O que sou procura manter pontes, regar árvores, distribuir abraços, embora  relute em conceder alguns... Conquistas. Me apresente somente pelo meu nome. O que fui e o que sou moram bem aqui nessa pessoa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Limpeza de armário e de nós

Sentar no chão e chorar

Primeira pessoa